Vida e Obra de Nunes Claro em “Conversas sem Rede” pelo historiador João Rodil


“Evocação da Vida e Obra de Nunes Claro” é o tema de mais uma conferência de “Conversas sem Rede”, no dia 23 de maio, às 18h00, pelo historiador João Rodil, promovidas pela Biblioteca Municipal de Sintra e com entrada livre.

Médico e escritor português, Joaquim Nunes Claro, viveu dois terços da sua vida em Sintra tendo servido esta vila na dupla qualidade de médico e homem de letras.

Durante a I Grande Guerra prestou serviço no Hospital Militar de Hendaia e apoiou, como tantos outros sintrenses, o esforço de guerra português.

Fez parte da Tertúlia Clária onde perfilaram nomes como João de Barros, Ramada Curto, Sílvio Rebelo, Henrique de Vilhena, Leal da Câmara, Mayer Garção, Manuel Laranjeiro, entre outros e foi colaborador de várias revistas: Revista Nova, D. Quixote, Arte & Vida, Atlântida e do periódico O Azeitonense.

Editou a obra literária Oração da Fome e em 1928, vem a lume o livro “A Cinza das Horas”, que mereceu particular atenção do público.

A Câmara Municipal de Sintra prestou-lhe homenagem com a colocação de um busto da autoria do escultor Anjos Teixeira (filho) no Parque da Liberdade, no centro da vila.

Mais informações:

dcul@cm-sintra.pt ou 219236110

Biblioteca Municipal de Sintra 

Rua Gomes de Amorim, n.º 12/14

2710-569 Sintra