Município de Oeiras inaugura novo edifício para Habitação Jovem


O Município de Oeiras vai inaugurar mais um edifício no âmbito do Programa Habitação Jovem nos Centros Históricos, no dia 11 de Novembro, às 11:00, na Rua Marquês de Pombal, números 3, 5 e 7, em plena vila de Oeiras. Aqui foram criados 11 fogos para arrendamento jovem, sendo três de tipologia T0, sete T1 e um T2. Até agora, a Câmara Municipal já investiu 13.590.000,00 € na compra de 24 edifícios e na reabilitação de 16 prédios para Habitação Jovem, tendo sido atribuídos 53 fogos a jovens do concelho.

A reabilitação deste conjunto edificado incluiu a recuperação do edifício existente e a sua adaptação aos novos usos habitacionais e comerciais, mas também a construção de um novo edifício, tendo em conta o seu enquadramento na malha urbana do quarteirão e alinhamento com os adjacentes, o que resultou numa integração arquitetónica por contraste Antigo/Contemporâneo. Refira-se ainda que foi aproveitado o logradouro, com cerca de 500 m2, para zona de estadia.

No piso térreo deste edifício foram mantidos os dois espaços comerciais, incluindo um restaurante com esplanada no logradouro e no edifício novo foi criado um espaço de garagem com cinco lugares de estacionamento.

A obra, que representou um investimento municipal de €940.000,00, foi realizada pelo empreiteiro Constarte, S.A..

Esta reabilitação irá complementar o Programa Habitação Jovem no Centro Histórico de Oeiras, aliando-se aos três edifícios já aqui reabilitados na Rua Cândido dos Reis e na Rua da Costa e à obra em curso no Largo da Boavista, totalizando 22 fogos já concluídos e nove em obra ou seja, um total de 31.

Registe-se que, atualmente o Município de Oeiras já adquiriu 24 edifícios no âmbito do Programa Habitação Jovem dos Centros Históricos (Paço de Arcos, Oeiras, Algés, Dafundo, Barcarena, Leião, Porto Salvo, Carnaxide e Queijas), sendo que 11 destes imóveis, após as obras de reabilitação, encontram-se concluídos, totalizando 53 fogos. Outros três edifícios encontram-se em fase de conclusão, com 16 fogos, prevendo-se a sua atribuição até ao final do ano em curso.

Em fase de reabilitação encontram-se dois edifícios, com um total de 41 fogos, localizados em Oeiras e Paço de Arcos.

Em fase de projeto ou procedimento estão oito edifícios, com 43 fogos, localizados em Algés, Dafundo, Paço de Arcos, Oeiras e Porto Salvo, tendo uma estimativa orçamentada em 5.240.00,00 €.