Ivete Sangalo lança EP com Jão e Vitão


O tema “Me Liga” foi composto numa parceria entre Jão e Diogo Piçarra

Muito antes das parcerias dominarem os lançamentos musicais, Ivete Sangalo já investia nas colaborações como uma forma brilhante de levar o seu ecletismo musical a novos territórios sonoros. E mesmo que os duetos sejam cada vez mais constantes, a artista mais popular do Brasil consegue surpreender com o EP que agora lança em colaboração com dois dos principais artistas pop da nova geração, Vitão e Jão.

Este EP é composto por duas músicas que apresentam Ivete Sangalo no campo do pop romântico e urbano, géneros que também vão ao encontro das produções de Vitão e Jão.

Me Liga” é o título da parceria com Jão, sendo que a canção foi composta pelo artista brasileiro em conjunto com Diogo Piçarra.

“Há um ano, em São Paulo, chegava ao estúdio com uma melodia na cabeça: ‘Pode deixar, pode confiar, se eu não te tenho não quero mais ninguém.’ Mostrei ao Jão que imediatamente adorou e, ao fim de umas horas, tínhamos uma lindíssima e frágil balada, que agora ficou ainda mais mágica na voz da diva Ivete Sangalo e do meu irmão Jão”, conta o músico português.

A canção “Me Liga” tem como base o violão que faz a marcação percussiva, dividindo Ivete e Jão o microfone num encontro único de timbres.  “Pode deixar/ Pode confiar/ Se eu não te tenho/ Não quero ter ninguém/ (…)Você foi para a cidade grande/ Meu quarto ficou tão pequeno/ Já deve ter achado alguém/ Mas não te condeno”, cantam com a experiência de terem nascido fora de grandes cidades – Ivete em Juazeiro  e Jão em Américo Brasiliense.

“A Ivete é uma coisa, um acontecimento. Ela me mandou um vídeo de quinze segundos cantando ‘Me Liga’, eu fiquei um tempão no quarto ouvindo em loop. Sempre quis juntar nossas vozes e aconteceu da maneira mais linda”, diz Jão.

Quanto a Vitão, foi a própria Ivete que escolheu uma das músicas do cantor e o decidiu convidar para este dueto. “Fiquei em choque quando me ligaram e disseram que ela tinha escutado e que queria gravar comigo. E ainda mais honrado em poder cantar com ela. A música ficou bem pop e com uma pegada de Salvador, de carnaval, que permite caminhar por muitos ambientes”, afirma Vitão.

A canção “Na Janela” é bem descrita pelo cantor. A linha vocal, semelhante à métrica hip hop, algo que caracteriza a obra de Vitão, ganha uma nova força com as percussões baianas, dando origem a uma canção solar e energética, sem perder um traço da sua melodia.

As duas canções foram “lançadas” no Live Leve, este domingo, que foi também uma homenagem de Ivete Sangalo ao Dia da Mãe no Brasil. Nestes diretos, gravados na casa da própria cantora, na Praia do Forte, mostram como Ivete Sangalo é na sua casa, igual ao que é na TV, na rádio, a cantar, a dançar.

Estas duas canções assinalam também esta fase de recolhimento que tem marcado o ano de 2020, que apesar de isolados continuamos a contar com o apoio uns dos outros. Só este ano, Ivete lançou parcerias com LudmillaSarajaneWhindersson NunesSilva e Tom Kray. Agora surge mais uma parceira, algo que começou com “Duetos”, em 2010, e que traduz o melhor que a música brasileira produziu desde que o P de Pop entrou entre o M de música e o B de Brasileira.