Centro histórico de Coimbra recebe Festival de Fado nos dias 15 e 16 de junho


O centro histórico de Coimbra vai receber, nos próximos dias 15 e 16 de junho, o Festival de Fado “Encontros”, uma das propostas vencedoras da 1ª edição do Coimbra Jovem Participa, a versão dedicada aos jovens do orçamento participativo (OP) da Câmara Municipal (CM) de Coimbra. Este é o quarto dos cinco projetos vencedores do OP a sair do papel e a ser executado. Os eventos são todos de entrada livre.

Foi com o objetivo de dinamizar o centro histórico de Coimbra com música e fado, que Beatriz Santos e Luís Henrique Silva submeteram duas propostas ao Coimbra Jovem Participa. O resultado foi a junção de ambas num projeto comum para a realização de um Festival de Fado, que acabou por ser o segundo mais votado desta versão dedicada aos jovens da 1ª edição do OP do Município de Coimbra.

“Encontros” é o nome do Festival que promete juntar, através do fado, as gentes e a cidade com o seu Património Mundial da Humanidade, atribuído pela Unesco em 2013. Será, por isso, um encontro de fados, de gerações, de músicos e de ouvintes. O Festival de Fado estará um pouco por todo o coração da cidade, repartido entre múltiplos palcos instalados no Jardim da Manga, Pátio da Inquisição, Largo do Poço, escadaria da Igreja de S. Tiago, Praça 8 de Maio, escadaria do Palácios Confusos, Arco do Palácio de Sub-Ripas e Arco Almedina.

O Festival inicia-se no sábado, pelas 16h00, com uma serenata de rua, no Jardim da Manga, passando depois para o Pátio da Inquisição (16h45), para o Largo do Poço (17h30), e para a escadaria da Igreja de S. Tiago (18h15). A partir das 19h45, o Festival instala-se na Praça 8 de Maio, com o grupo de José Vilhena, Ricardo J. Dias, Ni Ferreirinha e Guilherme Catela. Pelas 21h30, o Fado de Lisboa também terá lugar na Praça 8 de Maio, com Beatriz e o Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra a encerrarem o primeiro dia de Festival.

No domingo, as serenatas de rua chegam à escadaria do Palácio Confusos (16h00), seguindo para o Arco do Palácio de Sub-Ripas (16h45), o Arco Almedina (17h30) e a escadaria da Igreja de S. Tiago (18h15). Pelas 19h45, a Praça 8 de Maio acolhe uma serenata futrica, tocada por grupos etnográficos da região, seguindo-se pelas 20h15, Fado de Lisboa, com o grupo Quebra o Galho. Às 21h30, na Praça 8 de Maio, o Fado ao Centro com o Clássico Fado encerram o Festival “Encontros”.

Este é, assim, o quarto projeto do OP 2018 do Município de Coimbra a sair do papel e a ser executado. Já no que diz respeito ao OP 2019, está já em curso o período de votação. Das 93 propostas submetidas, 49 foram aceites, as restantes foram excluídas por não cumprirem os pressupostos obrigatórios definidos pelo regulamento. Dessas, e depois da união de propostas, vão a votação 29 do Coimbra Participa e 17 do Coimbra Jovem Participa.

A votação é feita por voto eletrónico, na plataforma, em https://coimbraparticipa.cm-coimbra.pt/, e o processo será validado pelo número do Cartão de Cidadão. A autarquia disponibilizará também outros pontos de acesso para votação, como, por exemplo, na Divisão de Atendimento e Apoio aos Órgãos Municipais da CM Coimbra, na Casa Municipal da Cultura e na Loja do Cidadão. A votação termina a 30 de junho e em julho será feita a apresentação pública dos projetos vencedores.

Entrada Livre