Avança requalificação do espaço público e edifícios municipais em Mira Sintra


A requalificação do espaço público e de alguns edifícios municipais em Mira Sintra teve início esta quarta-feira, com a assinatura de cinco autos de consignação, num investimento de cerca de 640 mil euros, na União de freguesias de Agualva e Mira Sintra.

As cinco empreitadas compreendem o espaço público envolvente do Bairro Social de Mira Sintra, a reabilitação dos Fundos Vazados, edifícios municipais na Fundação D. Pedro IV e espaços de jogo e recreio do Parque Urbano e da Rua Fundação Calouste Gulbenkian.

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, referiu que “Sintra é o município que tem mais projetos aprovados pela União Europeia na Área Metropolitana de Lisboa, são 14 milhões de euros investidos em Sintra, trata-se de um grande impulso para o desenvolvimento estratégico urbano”.

“A nossa responsabilidade é muito grande, temos de proteger os nossos cidadãos, dando o máximo de qualidade de vida, e é isto que estamos a fazer aqui, vamos criar uma nova dinâmica no bairro, vamos criar associações, reabilitar espaços que podem ser muito úteis, reconverter zonas e territórios para beneficiar comunidades”, conclui o edil.

A empreitada de requalificação do espaço público envolvente do Bairro Social de Mira Sintra tem um valor de 85 mil euros, prazo de execução de 4 meses e compreende a ligação pedonal à Escola Secundária Matias Aires, Av. Timor Lorosae e Impasse da Rua Fundação D. Pedro IV, onde vão ser criados estendais comunitários, serão beneficiados pavimentos e escadarias, com a construção de novas escadas e de novos pavimentos de ligação e limpeza, beneficiação e manutenção das áreas verdes envolventes acima referidas.

A reabilitação dos Fundos Vazados de Mira Sintra, num montante total de 358 mil euros compreende duas empreitadas, a dos lotes 4 (N4) e 5 (N3), com prazo de execução de 3 meses e lotes 6 (N1), 3 (N6) e 8 (N11) com prazo de execução de 6 meses.

Estas empreitadas têm como objetivo dar vida a estes espaços que se encontram fechados e abandonados e assim terão uma reabilitação simples, tendo como objetivo a contenção de custos e dar condições mínimas de conforto. Os espaços serão adequados para armazéns gerais, incubadora de associações, área de formação e atividades e armazém para alimentos.

A reabilitação de edifícios municipais Fundação D. Pedro IV tem um valor de cerca de 54 mil euros, prazo de concretização de 9 meses e envolvem a limpeza geral dos seis edifícios municipais, a revisão das coberturas em telha cerâmica, a substituição pontual de elementos construtivos danificados/degradados existentes nas coberturas e impermeabilização de caleiras e algerozes.

Por fim, a empreitada de reabilitação dos espaços de jogo e recreio do Parque Urbano e da Rua Fundação Calouste Gulbenkian englobam a reparação de pavimentos e de mobiliário existente, instalação de equipamento infantil, colocação de piso sintético contínuo, reparação de muretes, colocação de guarda metálica, colocação de novo mobiliário urbano e criação de percursos acessíveis, num montante de 143.400,00 € mil euros e prazo de execução de 4 meses.

O espaço de jogo e recreio do parque urbano é indicado para crianças a partir dos 6 anos e tem uma área de cerca de 1000 metros quadrados. O espaço de jogo e recreio na Rua Fundação Calouste Gulbenkian destina-se a crianças dos 0 aos 5 anos e tem uma área de 760 metros quadrados.

As intervenções que se apresentam integram a candidatura municipal ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), enquadrando-se no objetivo da “regeneração física, económica e social das áreas carenciadas, incluindo bairros sociais e respetivos equipamentos de utilização coletiva” previsto no Plano de Ação Integrada para as Comunidades Desfavorecidas (PAICD).

As cinco empreitadas que se iniciam, correspondem assim a 4,54% do investimento PEDU/PAICD Sintra ou seja a 640 675,53€.