A Fundação Calouste Gulbenkian envia auxílio às populações moçambicanas afetadas pelo ciclone Idai


A Fundação Calouste Gulbenkian expressa a sua solidariedade com as populações atingidas pelo ciclone Idai em Moçambique e disponibiliza-se a participar nas primeiras ações de socorro humanitário.

De modo a ajudar a minimizar o impacto da destruição causada junto das populações, o Conselho de Administração da Fundação Calouste Gulbenkian decidiu, doar 100 mil euros, especificamente vocacionados para a aquisição de medicamentos e outros consumíveis na área dos cuidados de saúde.