Portugal e Espanha exploram vias para reforçar a cooperação transfronteiriça na área da Proteção Civil


O Comandante Operacional Distrital (CODIS) de Viana do Castelo, e o seu 2.º Comandante, reuniram esta quarta-feira, 20 de junho, com o representante da Agência Galega de Emergências (AXEGA) e o Subdiretor-Geral de Planeamento e Proteção Civil da Xunta da Galiza, bem como com o responsável da Federação Distrital de Bombeiros de Viana do Castelo, António Cruz, tendo em vista o estreitamento da cooperação bilateral transfronteiriça no domínio da proteção civil, nomeadamente agilizarem procedimentos operacionais para resposta a situações de emergência de um ou de outro lado da fronteira portuguesa e espanhola.

O encontro surgiu da necessidade de partilha das lições aprendidas na sequência de diversas ocorrências de proteção civil recentemente verificadas, designadamente a explosão em Guilharei, Tui, em 23-05-2018, assim como o incêndio industrial no Polígono Industrial Salvaterra do Miño, em 19-06-2018, ambas as quais contaram com a intervenção das Corporações de Bombeiros de Valença e de Monção.

Esta iniciativa insere-se na estreita cooperação que vem sendo mantida entre Portugal e Espanha no domínio da proteção civil e que, desde a XXIV Cimeira Luso-Espanhola, realizada em 2009, permite que os agentes de proteção civil possam aceder até 15 quilómetros do outro lado da respetiva fronteira no âmbito de operações de combate a incêndios florestais, sem a necessidade de autorização prévia.